terça-feira, 17 de novembro de 2015

Investigação Discovery estreia Marcas do Passado

Flora Jessop - Divulgação
Nos últimos 25 anos, Flora Jessop vive para cumprir uma missão: ajudar pessoas a escapar de uma comunidade religiosa da qual ela já fez parte, a FLDS – Fundamentalist Church of Jesus Christ of Latter-Days Saints (Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em tradução livre).

Na quarta-feira, 25 de novembro, às 20h40, o Investigação Discovery estreiaMARCAS DO PASSADO (Escaping the Prophet), série em seis episódios de uma hora que documentam as complexas e perigosas operações de resgate comandadas por Flora.
Cada episódio acompanha uma operação de resgate: do contato inicial com as pessoas que pretendem abandonar Colorado City, a cidade da FLDS, às providências para garantir a segurança dos resgatados e medidas de integração social que garantem o recomeço fora das regras restritas da comunidade.
Flora cresceu em Colorado City e fugiu de lá aos 16 anos. Alega que sofreu abuso sexual e ficou grávida de seu próprio pai quando tinha apenas 12 anos – “Ninguém me ouviu ou tomou qualquer atitude”, diz. Há três décadas afastada da comunidade, ela se dedica a livrar famílias inteiras de um futuro marcado por violência e dominação em nome da fé em Warren Jeffs; denominado “O Profeta”, ele atualmente cumpre pena de prisão perpétua por abuso de menores.
Localizada na fronteira entre os estados americanos de Utah e Arizona, em uma área propositalmente isolada e pouco monitorada pelas polícias de ambos os lados, a comunidade FLDS de Colorado City possui cerca de 10 mil membros, que  nasceram e cresceram a partir de um árvore genealógica intricada. Poligamia é uma das bases da estrutura social-religiosa da FLDS, assim como a submissão das mulheres  – para os praticantes, o homem que se casa com várias parceiras atende a um chamado divino e deve exercer poder supremo nos núcleos familiares.
Para Flora, entretanto, a dinâmica da sociedade fechada da FLDS é bem simples e composta por apenas dois estratos: o das vítimas e o dos abusadores. Ela afirma que à guisa de um culto que atribui poderes divinos aos homens, crimes contra a mulher – da supressão da identidade ao estupro – foram convertidos em práticas comuns em Colorado City.
As câmeras captam como Flora atende a ligações com pedidos de socorro e orienta as vítimas a agir enquanto planeja e viabiliza a fuga. Até hoje, ela ajudou mais de uma centena de pessoas a escapar das propriedades da Igreja FLDS com o apoio de outros dissidentes; entre eles estão Jenny, a mulher que acolheu Flora quando ela fugiu de Colorado City, Brandon Jeffs, sobrinho de Warren Jeffs e atual esposo de Flora, além de informantes infiltrados em Colorado City.
O primeiro episódio retrata a dura realidade de Lenora, mãe de seis filhos, entre crianças e adolescentes. Ela é um dos casos de divórcio dentro da FLDS; a separação foi decidida pela cúpula da Igreja, assim como são deliberados os casamentos. Com histórico de abusos domésticos perpetrados pelos próprios filhos, ela teme por sua vida e decide procurar Flora. Para convencer os filhos a saírem de Colorado City junto à mãe, Flora desenvolve um complexo trabalho com o mais velho, Roy: aos 15 anos, ele está acostumado com o poder supremo e vem sendo doutrinado para assumir como um dos líderes da religião.
Na semana seguinte, Flora trabalha no resgate de Ruth Cook, a quem conhece desde criança. Ruth representa um ponto de resistência dentro de Colorado City, mas sempre rejeitou a ajuda oferecida por Flora. Agora, depois de ser trancafiada pelos próprios filhos, ela está desesperada por mudança. Flora e Brandon terão de driblar os seguranças de Colorado City para socorrer Ruth o mais rápido possível.
SERVIÇO
MARCAS DO PASSADO (Escaping the Prophet)
Estreia: quarta-feira, 25 de novembro, às 20h40
Classificação indicativa: 14 anos

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo