quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

TLC estreia Rio Resgate: série nacional mostra rotina de guarda-vidas no Rio de Janeiro

Guarda-vidas do Rio de Janeiro encaram com atenção total uma rotina de salvamentos, imprevistos e riscos em série coproduzida com a Cine Group - Divulgação
É alta temporada no Rio de Janeiro. Praias lotadas atraem milhões de turistas e criam o espetáculo do verão carioca. Os gritos dos ambulantes, o termômetro acima dos 40º, as cores vibrantes dos trajes de banho e dos guarda-sóis contrastam com o mar: imenso, refrescante, perigoso.

Ali, a correnteza peculiar pode transformar a diversão em luta por sobrevivência. No sábado, 30 de janeiro, às 21h20, o TLC estreia a produção local RIO RESGATE e documenta o trabalho eletrizante de guarda-vidas que atuam na prevenção de acidentes e no salvamento de banhistas em algumas das praias mais badaladas do mundo. A série tem coprodução com a brasileira Cine Group.
Em 16 episódios de meia hora, o telespectador conhecerá a rotina destes profissionais que colocam suas próprias vidas em risco todos os dias, lidando com o imprevisto e enfrentando a força implacável das chamadas correntes de retorno, as armadilhas aos desatentos.
A série também capta os elos de amizade e companheirismo formados entre esses heróis das praias, suas relações familiares e dilemas. As câmeras estarão com eles nas horas críticas, nos treinamentos, nos resgates, e também em casa, onde a profissão muitas vezes influencia as dinâmicas das famílias
Integrantes do 3º GMAR – Terceiro Grupamento Marítimo  –, os personagens de RIO RESGATE estão entre os melhores guarda-vidas do Brasil. No verão, o trabalho é intenso, difícil. Estrangeiros ignoram os sinais de perigo fincados na areia; crianças se perdem dos pais; as águas do oceano esquentam e criam valas traiçoeiras, os afogamentos são constantes. Além disso, as operações especiais de verão requerem reforço do efetivo e muitos bombeiros precisam trabalhar no momento em que todos descansam – eles não param um segundo, a atenção é total.
O episódio de estreia de RIO RESGATE retrata o início da alta temporada: 31 de dezembro. Antes das 7 da manhã, os guarda-vidas se reúnem e iniciam o trabalho de preparo físico, subindo a trilha até o topo do Morro Dois Irmãos. Depois, rumam aos seus postos: apito, prancha, binóculos, boias, motos aquáticas e até helicóptero são as ferramentas de trabalho.
Em Ipanema, o cabo Marcelo e o soldado Diogo identificam padrões nítidos na água que indicam a iminência de um acidente no mar: a primeira ocorrência do dia é um adolescente que se afoga. O salvamento requer o auxílio de uma moto aquática para tirar o afogado e os bombeiros da forte correnteza.
Enquanto isso, em Copacabana, começa a megaoperação para garantir o perímetro de segurança e isolamento em torno das balsas que carregam os fogos de artifício para a virada do ano. São esperados dois milhões de espectadores na orla para a célebre festa de réveillon na praia. Para os bombeiros, o objetivo é um só: chegar ao novo ano sem nenhum óbito.
Faltando minutos para a virada, as câmeras detectam uma pessoa dentro da água no perímetro de segurança – as equipes com as motos aquáticas precisam agir rapidamente, antes do início da queima de fogos.
RIO RESGATE é uma coprodução entre TLC e Cine Group. Pelo TLC, o projeto foi supervisionado por Maria Carolina Telles, Adriano Schmid, Roberto Martha e Michela Giorelli. Da parte da Cine Group, Fátima Pereira e Mônica Monteiro são as produtoras executivas.
PERSONAGENS
Abaixo, o breve perfil de alguns dos bombeiros que fazem parte da série:
Marcelo Pinheiro, tenente coronel. Comanda a unidade que monitora a orla da Zona Sul. Está há 23 anos na corporação, 15 deles dedicados aos salvamentos no mar e à prevenção de acidentes.
Fabio Braga, major. Referência no resgate marítimo, conduz treinamentos no batalhão para a competição nacional de salvamento aquático.
Anderson Drumond, sargento. Um dos veteranos do batalhão, tem imenso orgulho da profissão e se satisfaz ao devolver uma pessoa para a areia em segurança.
Luiz Olivieri, sargento. Experiente, basta chegar à praia e analisar rapidamente o mar para detectar as valas e saber como será o dia.
Alan Froede, cabo. Conhecido pela alegria. É o “poliglota” do batalhão, especialista no “portunhol”. Já foi vendedor ambulante na praia.
Esequiel Lacerda, cabo. Morou a maior parte da vida longe da praia, na cidade de Queimados. Antes de ser guarda-vidas não tinha contato algum com mar e ainda fica maravilhado quando chega ao posto.
Diogo Fernandes, soldado. Passando pelo processo do divórcio. Tem um filho pequeno que não entra no mar por conta de um afogamento que sofreu. O pai tenta amenizar o trauma e devolver ao menino o prazer de frequentar a praia.
Bernardo Barão, soldado. Está junto à esposa há dez anos. A série marca a primeira vez que Barão passará a virada do ano longe da família, trabalhando no plantão em Copacabana.
Marcelo Cabral, soldado. Sempre viveu na praia, incentivado pelo pai e trazia consigo, desde criança, o sonho de ser guarda-vidas.
Bruno Agostinho, soldado. Sempre foi um legítimo “garoto da praia”, sente-se realizado na profissão. Tem pensamento estratégico e é um dos favoritos para a competição nacional de salvamento aquático.
GLOSSÁRIO:
Salva-vidas ou guarda-vidas?
Os protagonistas de RIO RESGATE afirmam ser “guarda-vidas” (e não “salva-vidas”) e apontam uma diferença que vai além das peculiaridades culturais: o salvamento é apenas uma parte do trabalho. A prioridade é a prevenção de acidentes com a sinalização dos trechos de maior perigo, monitoramento da orla e orientação aos banhistas. O ideal é que não seja necessário resgatar afogados.
Valas: depressão no solo do mar criada pela força das ondas.
Desagarrar: quando o banhista é levado para a parte mais funda do mar pela correnteza  e não consegue retornar às águas rasas.
Correntes de retorno instantâneo: é força de retorno do volume de água deslocado pelas ondas. Onde elas atuam são criadas as valas. Essas correntes conduzem os banhistas para águas profundas rapidamente.
Mar alto: mar revolto, perigoso, com correnteza e ondas grandes.
RIO RESGATE
Estreia: sábado, 30 de janeiro, às 21h20
Classificação indicativa: 12 anos

1 Comentário:

Carlos Henrique Aguiar disse...

Programa maravilhoso que nos alerta e também descontrai. Parabéns.

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo