quinta-feira, 31 de março de 2016

Documentário na TV Cultura relembra o golpe de 64

A TV Cultura leva ao ar nesta sexta-feira (1/4), às 22h, o documentário Narrativa de um Golpe, Almino Affonso conta Jango/64. O ex-ministro do Trabalho de Jango analisa o período de 1950 a 1964 vivido pelo País e explica a articulação político-militar que depôs o presidente da República João Goulart, o Jango.

O único personagem depoente de Narrativas de Um Golpe é Almino Affonso, que conduz a história de forma exemplificada. Político de expressão nacional, considerado um dos grandes oradores do país, ele relata de forma simples as longas articulações políticas que culminaram com o golpe de 1964. O filme termina exatamente na noite em que João Goulart é deposto do governo.
Entre as passagens do documentário, Almino fala sobre o domínio americano, cujo objetivo era sufocar qualquer iniciativa nacionalista e deixar o Brasil subserviente. O envolvimento dos americanos na política nacional tinha como plano invadir o norte do país.
Almino Affonso também contradiz o conceito da maioria dos políticos, que achava Jango uma pessoa fraca. Para ele, o ex-presidente tinha uma personalidade ao mesmo tempo forte e pacífica. Como defensor da paz, Jango negou ao general Ladário Pereira Telles fazer qualquer movimento de resistência ao golpe. Ele era a favor da paz.
Os detalhes do dia 31 de março de 1964, o dia do golpe, são descritos por Almino com a memória viva da data. Ele inclusive lembra que, ao meio-dia, chegou a avisar o senador Arthur Virgílio Filho sobre rumores do golpe, e que este comunicou a notícia ao chefe da Casa Militar de João Goulart, que negou a notícia. Porém, às 18h, as tropas chegavam ao Rio de Janeiro.
Muitos momentos desse período são contextualizados com imagens e cinejornais da época, cedidas pela Cinemateca Brasileira e pelo Arquivo Nacional.
Almino Affonso foi eleito deputado federal pela primeira vez no Amazonas, em 1958, aos 29 anos. Tornou-se ministro do Trabalho em 1963 com apenas 33 anos. Estudou direito no Largo de São Francisco, na USP (Universidade de São Paulo). Foi presidente da União Estadual dos Estudantes. Cassado em 1964, permaneceu 12 anos no exílio. De volta ao Brasil, fundou o PMDB e foi nomeado Secretário dos Negócios Metropolitanos pelo governador de São Paulo, Franco Montoro. Elegeu-se vice-governador paulista na chapa de Orestes Quércia. Em 1994, foi eleito deputado federal por São Paulo, já pelo PSDB. Foi assessor especial do governador José Serra e secretário de Relações Institucionais, no governo Alberto Goldman. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convidou-o a integrar o Conselho da República.

Narrativa de Um Golpe, Almino Affonso conta Jango/64.
Ficha técnica
Concebido por: Paulo de Tarso Santos, Marcelo Souza e Gabriel Priolli
Direção: Marcelo Souza
Produção executiva: Paulo de Tarso Santos
Direção de produção:Eduardo Abramovay
Produção: Marcela Arruf

Exibição:
Dia 1º de abril (sexta-feira), às 22h, na TV Cultura

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo