quinta-feira, 9 de junho de 2016

“A Liga” mostra a rotina de profissionais que ganham a vida investigando mortes

Thaíde conversa com profissional no centro de toxicologia - Divulgação/Band

Na próxima segunda-feira, dia 13, A Liga mostra a rotina de profissionais que ganham a vida investigando mortes.


A delegada chefe do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa, Elisabete Sato, falou com exclusividade para sobre os desafios da profissão. Guga Noblat testemunhou o trabalho dos cães farejadores na descoberta de um cemitério clandestino. Thaíde acompanhou o trabalho de recolha de corpos realizado pelo IML e seguiu junto com as amostras coletadas para o centro de toxicologia, onde qualquer material pode ser investigado. Guga conheceu ainda o trabalho do Grupo Especial de Atendimento a Local de Crime (GEACrim) em um resgate de um corpo baleado e abandonado a céu aberto. 

A Liga vai ao ar toda segunda-feira, às 22h45, na tela da Band com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para smartphones.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo