quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Diretor de fotografia de “Cidade de Deus”, César Charlone, é destaque no Curta!

Divulgação
Na Quarta de Cinema, dia 2, o revolucionário diretor de fotografia César Charlone é o destaque da série “Luz e Sombra – Fotógrafos Brasileiros”. No episódio, Charlone destaca a marcante parceria com Fernando Meirelles, em “Cidade de Deus”, “O Jardineiro Fiel” e “Ensaio sobre a Cegueira” e fala ainda sobre a ostentação dos filmes da indústria norte-americana. Charlone relembra também outros longas-metragens que marcaram a carreira, como “Feliz Ano Velho” (Roberto Gervitz), “Como Nascem os Anjos” (Murilo Salles) e “O Homem da Capa Preta” (Sérgio Rezende). Em depoimento, critica o que chama de ‘excesso de rigor’ dos diretores de fotografia nos anos 80, período em que, segundo ele, os fotógrafos eram considerados mais importantes em um set do que os próprios diretores ou atores. Para ele, o essencial no trabalho de um diretor de fotografia é “saber todo o roteiro”.

A relação entre as cidades e a arte é o ponto de partida do episódio “Intervenção Urbana”, da série “Brasil Visual”, na Terça das Artes, dia 1. O apresentador Rodrigo Saad, o Cabelo, conversa com artistas, críticos e curadores de diversas cidades do país sobre as inúmeras formas de intervenção urbana no Brasil, propondo uma reflexão sobre as cidades e as expressões culturais na atualidade.
Na Quarta de Cinema, as matriarcas assumem o comando da faixa “A Vida é Curta”. Para começar, “Retrato de Carmem D.”, da diretora Isabel Joffily. No documentário, conhecemos Carmem Dametto, uma mulher de 72 anos que é psiquiatra. Ela atende os seus pacientes no consultório localizado no térreo de sua ampla casa, onde também vive Marcela, sua filha, que sempre nadou na piscina do jardim.  O curta foi vencedor do prêmio Aquisição Canal Curta! e Porta Curtas no Festival Internacional de Curtas de São Paulo em 2015. Depois é a vez de “Eletrodoméstica”, de Kleber Mendonça Filho, responsável também por “Aquarius”. Na história, o cotidiano da classe média urbana brasileira dos anos 90. O roteiro, escrito em 1994, somente virou filme dez anos depois, em 2004. Em 2005, ano de lançamento, “Eletrodoméstica” ganhou diversos prêmios nos principais festivais e mostras do país, além de ser laureado em eventos internacionais. Encerrando a faixa especial, “Ovos de Dinossauro na Sala de Estar”, de Rafael Urban. Em cena, a história da alemã Ragnhild Borgomanero, de 77 anos, que estudou fotografia digital e fez cursos de edição de imagens para manter viva a memória do falecido marido, Guido, com quem reuniu a maior coleção particular de fósseis da América Latina. 
Na Quinta do Pensamento, o episódio inédito da série “Impressões do Mundo”, apresenta o olhar sobre o Brasil do escritor inglês Ricard Bourne, professor de ciências políticas da Universidade de Londres. Bourne revela os motivos de eleger o país como seu principal foco de interesse, e fala sobre os protagonistas de dois de seus principais livros: “Getúlio Vargas do Brasil: A esfinge dos Pampas” e “Lula do Brasil”. Além de nosso país, o escritor comenta seus pontos de vista sobre a América Latina como um todo e apresenta suas apostas de futuro. 

SEGUNDA DA MÚSICA
Uma Noite em 67 (Documentário)
Final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, 21 de outubro de 1967. Entre os candidatos aos principais prêmios figuravam Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo, protagonista da célebre quebra da viola no palco. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas hoje clássicas, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos. 
Diretores: Renato Terra e Ricardo Calil 
Duração: 85 min.
Exibição: 31 de outubro, segunda-feira, às 22h15.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 1 de novembro, terça-feira, às 2h15 e às 16h15;
Dia 2 de novembro, quarta-feira, às 10h15;
Dia 5 de novembro, sábado, às 11h.

TERÇA DAS ARTES
Brasil Visual – Intervenção Urbana (Série)
De modo dinâmico, apresentamos um histórico das intervenções urbanas, abordando também questões atuais sobre essa produção, como nos eventos realizados Brasil a fora, trazendo em pauta o potencial inovador desse tipo de trabalho e como ele pode discutir temas importantes da atualidade. Além disso, esse episódio também discute o que é a cidade, a partir da experiência de alguns artistas em algumas cidades brasileiras. 
Diretora: Rosa Melo
Duração: 26 min
Exibição: 1 de novembro, terça-feira, às 20h30.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 2 de novembro, quarta-feira, às 00h30e às 14h30;
Dia 3 de novembro, quinta-feira, às 8h30;
Dia 5 de novembro, sábado, às 20h10.

QUARTA DE CINEMA
O “A Vida é Curta” dessa semana apresenta curtas direcionados a matriarca da família
A faixa “A Vida é Curta” exibe três curtas em que a figura materna é exposta com maestria. São eles “Retrato Carmem D.”,“Eletrodoméstica” e “Ovos de Dinossauro na Sala de Estar”. O documentário “Retrato Carmem D.” apresenta a vida de uma senhora de 72 anos,  que é psiquiatra. Carmem atende seus pacientes no consultório localizado no térreo de sua ampla casa, onde também vive Marcela, sua filha, que sempre nadou na piscina do jardim. A ficção “Eletrodoméstica”, do diretor Kleber Mendonça Filho, retrata de forma crítica, o cotidiano da classe média urbana dos anos 90. Por fim, o curta “Ovos de Dinossauro na Sala de Estar” apresenta a alemã Ragnhild Borgomanero, que fez cursos de Photoshop e Premiere para manter viva a memória de seu falecido esposo.
Exibição: 2 de novembro, quarta-feira, às 20h
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 3 de novembro, quinta-feira, às 00h e às 14h;
Dia 4 de novembro, sexta-feira, às 8h;
Dia 5 de novembro, sábado, às 14h.

Luz & Sombra - Fotógrafos do Cinema Brasileiro - César Charlone (Série)
Luz & Sombra é uma série documental que aponta suas lentes para aqueles que sempre estiveram por trás das câmeras. A cada episódio, observamos a trajetória de um importante fotógrafo cinematográfico, ouvindo suas experiências e revisitando os filmes que marcaram sua carreira. Neste episódio, o entrevistado é o fotógrafo César Charlone.
Diretores: Betse de Paula e Jacques Cheuiche
Duração: 26 min
Estreia: 2 de novembro, quarta-feira, às 22h.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 3 de novembro, quinta-feira, às 2h e às 16h;
Dia 4 de novembro, sexta-feira, às 10h;
Dia 5 de novembro, sábado, às 21h15.

QUINTA DO PENSAMENTO
Impressões do Mundo - Richard Bourne (Série)
O olhar do escritor inglês Richard Bourne, professor de ciências políticas da universidade de Londres sobre o Brasil. As relações históricas do escritor com o Brasil e os motivos de eleger o país como seu principal foco de interesse. Uma abordagem sobre os principais personagens políticos do Brasil e um diálogo especial sobre os protagonistas de dois de seus principais livros: “Getúlio Vargas do Brasil: A esfinge dos Pampas", e “Lula Do Brasil”. Seus pontos de vista sobre a América latina e suas apostas de futuro, especialmente quanto ao Brasil. 
Diretor:  Ronaldo Duque 
Duração: 26 min
Estreia: 3 de novembro, quinta-feira, às 23h30.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 4 de novembro, sexta-feira, às 3h30 e às 17h30;
Dia 5 de novembro, sábado, às 20h45;
Dia 7 de outubro, segunda-feira, às 11h30;

SEXTA DA SOCIEDADE
Diário de Uma Busca (Documentário)
Outubro, 1984. Celso Castro, jornalista com uma longa história de militância de esquerda, é encontrado morto no apartamento de um ex-oficial nazista, onde entrou a força. A polícia sustenta que se trata de um suicídio. O episódio, digno de um filme de suspense, é o ponto de partida de Flavia, filha de Celso e diretora do filme, que decide reconstruir a história da vida e da morte do homem singular que foi o seu pai. É uma viagem no tempo e na geografia: a diretora volta aos cenários do exílio familiar, da ilusão e do fracasso de um projeto político. As vozes imbricadas de Celso (de suas cartas) e de sua filha constroem um retrato íntimo de uma relação marcada pela história e pela ausência. 
Diretora: Flavia Castro  
Duração: 105 min 
Exibição: 4 de novembro, sexta-feira, às 22h05.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 5 de novembro, sábado, às 2h05 e às 9h;
Dia 6 de novembro, domingo, às 20h;
Dia 7 de novembro, segunda-feira, 16h05.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo