quarta-feira, 12 de abril de 2017

Em ‘As Canções da Minha Vida’, Marcelo Jeneci surpreende ao citar pagode como referência

Divulgação
Em “As Canções da Minha Vida”, na Segunda da Música, 17, às 23h30, o cantor e compositor de MPB Marcelo Jeneci surpreendeu ao mostrar a diversidade de suas referências musicais. Ele revelou como o pagode "“Recado a minha amada (Lua Vai)”, do grupo Katinguelê, marcou sua adolescência: “O pagode estava bombando nessa época. E desde então eu tenho uma enorme admiração por essa canção. Eu acho que ela foi a canção que eu mais cantarolei durante a vida. Eu acho ela maravilhosa” – conta em depoimento inédito e exclusivo para o diretor Bruno Levinson. No episódio, Jeneci interpreta sua versão de "Lua Vai" e de outros sucessos de diferentes gêneros da música nacional, como "Não tenho Medo da Morte", de Gilberto Gil, e "Feito Para Acabar", de sua autoria. O músico ainda conta fatos curiosos sobre sua trajetória e referências musicais.

Com 13 episódios, a série “As Canções da Minha Vida” traça um panorama sobre as canções que marcaram e influenciaram o repertório de importantes nomes da música brasileira. Produzida pela Raccord Produções, com direção e roteiro de Bruno Levinson, o programa é financiado pelo Fundo Setorial do Audiovisual.
A trajetória plural do ator e diretor Sérgio Britto, um dos principais nomes do teatro e das artes no Brasil, é destaque na Terça das Artes, às 21h30. O Curta! apresenta “Sérgio Britto – Mestre dos Palcos”. Dirigido por Vicente Tigre, o documentário revela o artista, desde os bastidores das companhias de teatro até suas experiências na literatura e na ópera. Dentre tantos trabalhos, em uma vida dedicada às artes, destaca-se o "Grande Teatro Tupi", programa que idealizou e para o qual fez mais de 450 adaptações de peças teatrais. A produção trazia no elenco atores que se tornaram referência em artes no país, como Fernanda Montenegro e Ítalo Rossi. Sérgio Brito faleceu em 2011, deixando um grande legado para a arte nacional.
Ainda na Terça das Artes, às 23h30, o episódio inédito de “Estados da Arte” discute o papel da memória na formação da subjetividade e o mergulho no inconsciente. O diretor Eduardo Goldenstein apresenta a obra da artista Ana Miguel, que aborda a infância e a lembrança. No mesmo capítulo, a artista Rosângela Rennó mostra suas coleções de arquivos. Já o artista Jonathas de Andrade explora a memória etnográfica. A série sobre arte contemporânea traz também a discussão proposta por Marilá Dardot sobre a linha tênue da memória que se apaga e se constrói a partir do universo literário. Produzida pela Aion Cinematográfica, “Estados da Arte” investiga, ao longo de 12 episódios, a motivação, os pensamentos e as obras de artistas contemporâneos dos mais variados estilos. A série é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 02/2013).
A faixa “A Vida é Curta”, da Quarta de Cinema, dia 19, traz um clima de suspense. O primeiro filme,“O Hóspede”, dirigido por Anacã Agra e Ramon Porto Mota, mostra um incidente misterioso em uma pousada no interior da Paraíba envolvendo um estranho hóspede. O fato deixa o proprietário inquieto e obcecado em descobrir quem é aquele homem e o que ele está fazendo ali. Na sequência, “Cova Aberta”, curta de Ian Abé. Na história, Roberta viaja pela BR230 até encontrar uma criatura mais atormentada que ela. A fim de enganar a própria dor, Roberta oferece socorro para a garota. Isso fará com que experimente um sentimento diferente: o medo da morte. Encerrando a faixa “Lojas de Répteis”, produção com os personagens Aluísio, que ama a loja e seus animais, e Cristina, que não vê a hora de vender o lugar. A direção é do cineasta pernambucano Pedro Severien.
Ainda na Quarta de Cinema, às 23h30, a série “Luz & Sombra – Fotógrafos do Cinema Brasileiro”apresenta o depoimento do diretor Lula Carvalho. Filho de Walter Carvalho e sobrinho de Vladimir Carvalho, Lula começou a carreira na retomada do cinema brasileiro e se destacou como diretor de fotografia de filmes nacionais premiados em festivais, como “Tropa de Elite” 1 e 2, e também internacionais, como “Robocop” (2014) e “Tartarugas Ninja” (2014). O cineasta ganhou o Kikito de ouro por melhor fotografia no Festival de Gramado 2008, com o filme A Festa da Menina Morta, dirigido por Matheus Nachtergaele. 
O terceiro episódio da série documental “Mark Twain” será exibido na Quinta do Pensamento, às 22h30. O documentário é produzido e dirigido por Ken Burns e conta a vida pública e privada do autor Samuel Langhome Clemens, conhecido internacionalmente pelo pseudônimo Mark Twain, um dos escritores mais célebres dos Estados Unidos.
No episódio inédito da série exclusiva do Curta!, “Mish Mash – A presença judaica no Brasil”, na Sexta da Sociedade, 21, às 23h30, estão dois arquitetos de origem judaica que ajudam a transformar cidades brasileiras. Ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná, Jaime Lerner é referência mundial em planejamento urbano. Pioneira na arquitetura da paisagem no Brasil, Rosa Kliass assina projetos de diversos cartões postais do país, como a reforma do Vale do Anhangabaú e o Parque da Juventude, em São Paulo, e o Mangal das Garças, em Belém. Produzida pela Pacto Audiovisual, com direção de Tatiana Toffoli, Liana Schnaider e Pedro Gorski, “Mish Mash – A presença judaica no Brasil” é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual. 

SEGUNDA DA MÚSICA
As Canções da Minha Vida (Série)
Gravada no ateliê do artista plástico Sérgio Marimba, “As Canções da Minha Vida” é uma série musical composta de 13 episódios que faz um grande painel da música brasileira. Vamos conhecer quais as músicas mais marcantes e que influenciaram artistas importantes, como: Maria Gadú, Geraldo Azevedo, Ana Cañas, Hamilton de Holanda, Leo Jaime e Odair José. Artistas brasileiros, com seus instrumentos, irão destrinchar sua trajetória artística através das músicas que os influenciaram, que serviram de inspiração e que o ajudaram a compor seu trabalho autoral. Uma grande homenagem à música brasileira feita por seus compositores e intérpretes.

 
Episódio inédito – Marcelo Jeneci
Filho de um luthier que construía e consertava sanfonas para grandes músicos, Marcelo Jeneci cresceu com música em casa. Em “As Canções da Minha Vida”, ele conta histórias da infância e do amadurecimento da sua relação com a música. No repertório, uma versão que fez para "Não tenho Medo da Morte", de Gilberto Gil, e a surpreendente interpretação de "Recado à minha amada (Lua vai)", do extinto grupo de pagode Katinguelê. Das composições próprias, Jeneci interpreta uma versão de "Feito Para Acabar", canção título do segundo disco de sua carreira. 
Diretor: Bruno Levinson 
Duração: 26 min.
Estreia: 17 de abril, segunda-feira, às 23h30.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 18 de abril, terça-feira, às 3h30 e às 17h30;
Dia 19 de abril, quarta-feira, às 11h30;
Dia 22 de abril, sábado, 21h30.

TERÇA DAS ARTES
Sérgio Britto - Mestre dos Palcos (Documentário)
O documentário acompanha as múltiplas facetas do ator e diretor Sérgio Britto, desde os bastidores das companhias de teatro a suas experiências na literatura e ópera. O ator foi criador do "Grande Teatro Tupi", programa que fez mais de 450 adaptações de peças teatrais e tinha no elenco atores como Fernanda Montenegro e Ítalo Rossi. 
Diretores: Rozane Martins Pereira Braga e Vicente Tigre 
Duração: 55 min
Exibição: 18 de abril, terça-feira, às 21h30.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 19 de abril, quarta-feira, às 1h30 e às 15h30;
Dia 20 de abril, quinta-feira, às 9h30;
Dia 22 de abril, sábado, às 10h.

QUARTA DE CINEMA
O “A Vida É Curta!” dessa semana traz uma coletânea de filmes de suspense.
Na programação, os curtas “O Hóspede”“Cova Aberta” e “Loja de Répteis”. De Anacã Agra e Ramon Porto Mota,“O Hóspede” se passa em uma pousada no interior da Paraíba, quando um estranho hóspede e um incidente misterioso deixam o proprietário inquieto e obcecado em descobrir quem é aquele homem e o que ele está fazendo ali. Em seguida, “Cova Aberta”, dirigido por Ian Abé, acompanha a viagem da atormentada personagem Roberta. Ela viaja pela BR - 230 até encontrar uma criatura. A fim de enganar a própria dor, Roberta oferece socorro para a garota e isso faz com que ela experimente um sentimento diferente: o medo da morte. Encerrando a faixa, “Loja de Répteis”, de Pedro Severien, apresenta duas personagens: Aluísio, que ama a loja e seus animais, e Cristina, que não vê a hora de vender o lugar. 
Exibição: 19 de abril, quarta-feira, às 20h.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 20 de abril, quinta-feira, às 00h e às 14h;
Dia 21 de abril, sexta-feira, às 8h;
Dia 22 de abril, sábado, às 14h.

Luz e Sombras – Lula Carvalho (Série)
Filho de Walter Carvalho e sobrinho de Vladimir Carvalho. Nascido no Rio de Janeiro de pai paraibano. De modo indireto, portanto, é também herdeiro do Cinema Novo através da influência existencial que recebeu da filmografia do pai e tio. Sua carreira começa no final do século passado, na chamada retomada do cinema brasileiro, após a crise dos anos Fernando Collor de Mello, em que a Embrafilme foi extinta. Tem se destacado como diretor de fotografia de filmes brasileiros premiados em festivais, como Tropa de Elite 1 e 2, e também internacionais, como Robocop (2014) e Tartarugas Ninja (2014). Ganhou o Kikito de ouro por melhor fotografia no Festival de Gramado 2008, com o filme A Festa da Menina Morta, dirigido por Matheus Nachtergaele. 
Diretores: Betse de Paula e Jacques Cheuiche
Duração: 52 min
Exibição: 19 de abril, quarta-feira, às 23h30.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 20 de abril, quinta-feira, às 3h30 e às 17h30;
Dia 21 de abril, sexta-feira, às 11h30;
Dia 22 de abril, sábado, às 22h.

QUINTA DO PENSAMENTO
Mark Twain – (Documentário divido em 4 episódios) - Episódio 3
Documentário sobre a vida do autor americano Mark Twain, produzido e dirigido por Ken Burns. Burns tentou captar a figura pública e privada do escritor, de seu nascimento humilde até sua morte, quando já era celebrado como a voz verdadeiramente americana na literatura.
DiretorKen Burns 
Duração: 52 min
Exibição: 20 de abril, quinta-feira, às 22h30.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 21 de abril, sexta-feira, às 2h30 e às 16h30;
Dia 22 de abril, sábado, às 23h;
Dia 23 de abril, domingo, às 11h.

SEXTA DA SOCIEDADE
Mish Mash - A Presença Judaica no Brasil (Série)
A produção revela, ao longo de 10 episódios, o legado e a contribuição de personalidades judias no Brasil em diferentes áreas de atuação. A cada episódio, dois perfis de profissionais expoentes discutem a presença judaica no país nos campos da música, das artes, da literatura, da história, da psicanálise, da gastronomia, da educação, do teatro, da arquitetura e da ciência. Além dos temas, cada convidado fala, também, sobre as suas origens e as suas histórias familiares, e reflete sobre o que representa a identidade judaica. O ator Caco Ciocler, a coreógrafa Deborah Colker e o escritor Arnaldo Niskier participam de episódios da série. “Mish Mash” é uma produção financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 02/2013).
Episódio inédito – Arquitetura
Dois arquitetos de origem judaica que ajudam a transformar cidades brasileiras. Ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná, Jaime Lerner é referência mundial em planejamento urbano. Pioneira na arquitetura da paisagem no Brasil, Rosa Kliass assina projetos de diversos cartões postais do país, como a reforma do Vale do Anhangabaú e o Parque da Juventude, em São Paulo, e o Mangal das Garças, em Belém. O episódio aborda vida e obra desses personagens, cujas famílias migraram para o Brasil trazendo o legado da cultura judaica. 
Diretores: Liana Schnaider, Pedro Barbieri Gorski e Tatiana Toffoli Soares
Duração: 26 min 
Estreia: 21 de abril, sexta-feira, às 23h30.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 22 de abril, sábado, às 3h30 e às 18h30;
Dia 24 de abril, segunda-feira, às 17h30;
Dia 25 de abril, terça-feira, 11h30.

Sobre o Curta!
Dedicado às artes, cultura e humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores independentes. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, os principais segmentos temáticos da programação são música, dança, teatro, artes visuais, meta-cinema, filosofia, literatura, história-política e sociedade.
O Curta! pode ser visto nos canais 56 da NET, 56 na Claro TV, 76 na Oi TV, na GVT e Vivo como canal opcional à la Carte, 132 e 664, respectivamente. 

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo