quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Na semana de aniversário de Vinicius de Moraes, estreia no Curta! “Vinicius, um rapaz de família”

Divulgação

Na véspera do dia em que comemoraria mais um aniversário, Vinicius de Moraes, um dos principais nomes da música popular brasileira, é reverenciado pelo Curta!. Na Quarta de Cinema, 18, às 20h, estreia na faixa “A Vida é Curta” o documentário“Vinicius de Moraes, um rapaz de família”. Com o olhar afetivo da filha Susana Moraes, que dirige a produção, a obra mostra o artista na intimidade: o homem que colecionou títulos, de poeta até diplomata, e que vivia cercado de amigos como Oscar Niemeyer, Ferreira Gullar e Tom Jobim. Longe de ser uma biografia linear, oficial, “Vinicius de Moraes, um rapaz de família”, é, segundo o cineasta Walter Salles, “uma das experiências mais originais do documentário brasileiro das últimas décadas". 


Na sequência da faixa “A Vida é Curta”,  será exibido “Nelson Cavaquinho”. O cotidiano do sambista é revelado pelo diretor Leon Hirszman. A produção ganhou o prêmio destaque do júri no Festival Brasileiro de Curta-Metragem, em 1971, e foi montada pelo amigo de Hirszman e também cineasta Eduardo Escorel.

Ainda na Quarta de Cinema, às 23h, o episódio inédito da série “Luz & Sombra: Fotógrafos do Cinema Brasileiro” trazAffonso Beato, fotógrafo brasileiro radicado nos Estados Unidos. Fundador da Associação Brasileira de Cinematografia, a ABC, Beato conta como começou sua carreira como assistente de câmera de Ricardo Aronovich, em “Os Fuzis” (1964), de Ruy Guerra, e virou fotógrafo a partir da parceria com o diretor Glauber Rocha em “O Dragão da Maldade contra o santo Guerreiro” (1969). Affonso Beato relembra, ainda, passagens significativas da carreira que o levaram até trabalhos com alguns dos principais realizadores do cinema mundial, como Jim McBride, Carlos Diegues, Walter Salles e Pedro Almodóvar. Ele fala ainda sobre seu trabalho na TV Globo e com Jayme Monjardim em “O Tempo e o Vento” (2012) e “Maysa: Quando fala o coração” (2009). 

A eleição emblemática da escritora Rachel de Queiroz para a cadeira de número 5 da Academia Brasileira de Letras, é um dos destaques do episódio inédito da série exclusiva do Curta!, “Imortais da Academia”, na Quinta do Pensamento19, às 23h30. Primeira mulher a tomar posse na Casa de Machados de Assis, Rachel de Queiroz publicou o seu primeiro romance, “O Quinze”, quando tinha apenas 20 anos de idade. A obra, que narra a saga nordestina em busca de sobrevivência na grande seca de 1915, é considerada um marco na literatura brasileira e um dos principais títulos da escritora. Além de Rachel de Queiroz, o episódio de “Imortais da Academia” destaca  ainda  o atual ocupante da cadeira, José Murilo de Carvalho, considerado um dos maiores historiadores brasileiros da contemporaneidade.

Já na Sexta da Sociedade, 20, às 21h, é vez da série “Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros”. No episódio“Amazônia 10 milhões”, o diretor Ricardo Azoury desvenda a região e suas particularidades, como alguns costumes e estruturas organizacionais indígenas. Através de depoimentos de pesquisadores e de arqueólogos, a produção revela como a arqueologia ajuda a entender a ocupação das populações em regiões tropicais ao longo de milênios. “Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros” é uma produção da Escrevendo Filmes financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

O cantor, compositor e músico Paulinho Moska fala sobre suas influências e inspirações musicais e interpreta versões para canções de sucesso na série exclusiva do Curta!, “As Canções da Minha Vida”, na Segunda da Música, 16, às 23h15. O artista canta "Terra", de Caetano Veloso, "Enrosca", que ficou famosa na voz de Fábio Jr., "Sonhos", de Peninha, e “Nuvem Passageira”, sucesso único de Hermes Aquino. Entre suas composições autorais, ele apresenta “Tudo Novo de Novo”. Com direção de Bruno Levinson e produção da Raccord, “As Canções da Minha Vida” traça um panorama sobre as canções que marcaram e influenciaram importantes nomes da música brasileira.

Na Terça das Artes, 17, às 23h30, o episódio inédito da série exclusiva “Caçadores da Alma” investiga as linguagens narrativas que surgem na fotografia a partir da viagem criativa e artística, além das diferentes técnicas de registro. O cineasta Silvio Tendler apresenta depoimentos e trabalhos de renomados artistas da fotografia, como Orlando Azevedo, Bob Wolfenson, Vilma Slomp, Cris Bierrenbach e Walter Firmo.

SEGUNDA DA MÚSICA
As Canções da Minha Vida (Série)
Gravada no ateliê do artista plástico Sérgio Marimba,“As Canções da Minha Vida” é uma série musical composta de 13 episódios que faz um grande painel da música brasileira. Vamos conhecer quais as músicas mais marcantes e que influenciaram artistas importantes, como: Maria Gadú, Geraldo Azevedo, Ana Cañas, Hamilton de Holanda, Leo Jaime e Odair José.Artistas brasileiros, com seus instrumentos, irão destrinchar sua trajetória artística através das músicas que os influenciaram, que serviram de inspiração e que o ajudaram a compor seu trabalho autoral. Uma grande homenagem à música brasileira feita por seus compositores e intérpretes.
 
Episódio inédito – Paulinho Moska
Com Moska é sempre "Tudo Novo de Novo", como ele diz na sua canção que abre o Programa. Uma cabeça pensante, inspirada, um violão que emociona e um jeito de cantar daqueles que é assinatura. Um grande Artista! A música começou na sua casa com seus pais e irmãos. Paulinho é o caçula de quatro irmãos e juntando os gostos de todos da sua família e mais o que ouvia no rádio foi o que fez sua cabeça musical. Para nós ele trouxe uma versão inspirada de "Terra" do Caetano, "Enrosca" sucesso de Fabio Jr, "Sonhos" de Peninha e foi delicioso relembrar "Nuvem Passageira", sucesso único de Hermes Aquino. "A música é um perfume que fica no ar. A música nos desperta para enxergar alguma coisa e faz o instante ser mais intenso". 

Diretor: Bruno Levinson 
Duração: 26 min.
Exibição: 16 de outubro, segunda-feira, às 23h15.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 17 de outubro, terça-feira, às 3h15 e às 17h15;
Dia 18 de outubro, quarta-feira, às 11h15;
Dia 22 de outubro, sábado, 6h.


TERÇA DAS ARTES
Caçadores da Alma (Série)
Caçadores da Alma celebra a multiplicidade da fotografia. Diversos sotaques, culturas, paisagens, temas e formas de abordagem da realidade marcam a produção dirigida pelo cineasta Silvio Tendler e exibida pelo canal Curta!  São mais de 150 entrevistas com artistas de cerca de 20 países que falam sobre as tensões e conexões do ato de fotografar. Em estúdios, em galerias e nas ruas eles marcam o mundo contemporâneo com seus múltiplos olhares, linguagens, vocações e motivações. Fotógrafos consagrados e jovens talentos relembram trabalhos emblemáticos e mostram ensaios recentes. Martin Paar, Christinne Spengler, Fouad El Koury, Martha Cooper, Anne Abtibol, Evandro Teixeira, Walter Carvalho, Bob Wolfenson, J.R. Duran, Walter Firmo, Custódio Coimbra, Antonio Scorza, Cláudia Andujar, Cássio Vasconcellos, Claudia Jaguaribe, Vilma Slomp, João Roberto Ripper, Nair Benedicto, Orlando Azevedo, Adenor Gondin, Ana Carolina Fernandes, AF Rodrigues, Ratão Diniz, Luiz Baltar, Victor Dragonetti, entre tantos outros caçadores da alma participam da série.

Episódio inédito – Linguagens Narrativas
A fotografia é uma viagem de criação artística movida a diferentes técnicas de registro. Vai da pinhole, que é a foto mais artesanal possível, onde basta uma caixa de sapato e uma película, a processos mais sofisticados de captura da imagem, do analógico ao digital. Na raiz está o daguerreótipo, a primeira forma de registro fotográfico. Os fotógrafos constroem seus personagens tanto na vida quanto em si mesmos. A busca final é o encantamento da arte. Mesmo os grandes fotógrafos de moda, cujo limite é a imaginação, terminam na busca do documento. No caso de um dos grandes nomes da fotografia, o desafio é a busca dos ancestrais de um personagem de cinema, King Kong.  

Diretor: Silvio Tendler 
Duração: 28 min
Estreia: 17 de outubro, terça-feira, às 23h30.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 18 de outubro, quarta-feira, às 3h30 e às 17h30;
Dia 12 de outubro, quinta-feira, 11h30;
Dia 14 de outubro, sábado, 20h45.


QUARTA DE CINEMA
“A Vida é Curta” exibe produções especiais em comemoração ao aniversário de Vinicius de Moraes, com estreia de “Vinicius de Moraes, um Rapaz de Família”
Nessa quarta, o Curta! selecionou dois filmes em homenagem ao poeta Vinícius de Moraes, nascido dia 19 de outubro de 1913. São eles: “Vinicius de Moraes, um Rapaz de Família” e “Nelson Cavaquinho”. Estreando no canal, “Vinicius de Moraes, um Rapaz de Família”, dirigido pela filha do compositor, Suzana de Moraes, retrata a intimidade de Vinícius, na intimidade, distante de um possível retrato oficial do grande poeta, diplomata e criador da bossa nova. O filme mostra um homem entre amigos e familiares, desprendido de convencionalismos, numa atmosfera que se reflete também na linguagem despojada da obra. Na sequencia, “Nelson Cavaquinho”, de Leon Hirszman, mostra o cotidiano do sambista e sua relação com a música e com a família.

Exibição: 18 de outubro, quarta-feira, às 20h.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 19 de outubro, quinta-feira, às 00h e às 14h;
Dia 20 de outubro, sexta-feira, às 8h;
Dia 21 de outubro, sábado, às 14h30.


Luz & Sombras (Série)
Luz & Sombra - Fotógrafos do Cinema Brasileiro é uma série documental que aponta suas lentes para aqueles que sempre estiveram por trás das câmeras. A cada episódio, observamos a trajetória de um importante fotógrafo cinematográfico, ouvindo suas experiências e revisitando os filmes que marcaram sua carreira.

Episódio inédito – As Cores de Affonso Beato
Fotógrafo brasileiro radicado nos Estados Unidos, fundador da ABC conta como começou sua carreira como assistente de câmera de Ricardo Aronovich em Os fuzis de Ruy Guerra(1964). A virada que foi o trabalho com Glauber Rocha em O Dragão da Maldade contra o santo Guerreiro, (1969) Julio Bressane em Cara a cara (1967). A ida para os Estados Unidos onde faz parceria de 9 filmes com Jim McBride, entre eles : Acerto de Contas (1986) e A Fera do Rock!(1989). Trabalhou com Carlos Diegues em Orfeu (1999) e Deus é brasileiro (2003), com Walter Salles em Dark Water( 2005), Pedro Almodóvar em Carne Trêmula (1997) Tudo Sobre Minha mãe (1999). Afonso fala ainda do trabalho com a TV Globo e com Jayme Monjardim em o Tempo e o Vento (2012) e Maysa: Quando fala o coração (2009).  

Diretores: Betse de Paula e Jacques Cheuiche
Duração: 52 min
Estreia: 18 de outubro, quarta-feira, às 23h.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 12 de outubro, quinta-feira, às 3h e às 17h;
Dia 13 de outubro, sexta-feira, às 11h;
Dia 14 de outubro, segunda-feira, às 21h15.


QUINTA DO PENSAMENTO
Imortais da Academia (Série)
Ao longo de 42 episódios, a série Imortais da Academia faz um passeio pelo presente e pelo passado da Academia Brasileira de Letras. Essa caminhada por entre as eternizadas cadeiras de uma das mais respeitadas instituições culturais do país é conduzida pelos próprios acadêmicos e também por estudiosos de diferentes áreas. Os episódios mostram o espectro multifacetado que compõe a Academia e, por meio da genealogia de cada uma de suas quarenta cadeiras, contam a história não só da literatura nacional, mas do Brasil e de seu tempo. Isso porque a série revela a casa de Machado de Assis para além da congregação de ilustres pensadores brasileiros: também como um agente enraizado no tempo e no espaço, reflexo e propositor de transformações socioculturais em um país em constante transformação.

Episódio Inédito - Cadeira 5: Há pó de estrelas pelas estradas
O quinto episódio da série Imortais da Academia pega carona em um verso do poeta Raimundo Correia para recompor a genealogia da cadeira de número 5 da Academia Brasileira de Letras, uma cadeira repleta de "estrelas", não só da literatura. O verso emprestado no título é de Plenilúnio, um dos mais famosos poemas daquele que foi a "primeira e mais grave intoxicação poética" de Rachel de Queiroz, escritora que merece destaque não só pela qualidade da literatura que escreveu, mas também por ter sido a primeira mulher a se tornar acadêmica, em um processo de escolha que até hoje gera debates. O episódio não poderia deixar de destacar, é claro, José Murilo de Carvalho, atual ocupante da cadeira e um dos maiores historiadores brasileiros da atualidade.   

Diretor: Belisario Franca 
Duração: 26 min
Estreia: 19 de outubro, quinta-feira, às 23h30.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 20 de outubro, sexta-feira, às 3h30 e às 17h30;
Dia 22 de outubro, domingo, 00h;
Dia 23 de outubro, segunda-feira, 11h30.


SEXTA DA SOCIEDADE
Arqueologias, Em Busca dos Primeiros Brasileiros(Série)
Ao longo de seis episódios, a série documental revela os vestígios pré-históricos do país e investiga quem teriam sido os primeiros brasileiros. A produção dirigida por Ricardo Azoury de Aguiar busca retratar a pesquisa científica através de uma narrativa lúdica, capturada pelo olhar estético do fotógrafo.

Episódio – Amazônia 10 Milhões
A Amazônia e suas particularidades são o pano de fundo para estudos arqueológicos. Por meio de depoimentos de pesquisadores e arqueólogos, o episódio “Amazônia 10 milhões” mostra que através da arqueologia pode-se tentar entender como as populações têm ocupado as regiões tropicais ao longo de milênios. 

Diretor: Ricardo Azoury de Aguiar
Duração: 45 min
Exibição: 20 de outubro, sexta-feira, às 21h.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 21 de outubro, sábado, às 1h10 e às 13h30;
Dia 23 de outubro, domingo, 15h;
Dia 24 de outubro, segunda-feira, 9h.


Sobre o Curta!
Dedicado às artes, cultura e humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores independentes. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, os principais segmentos temáticos da programação são música, dança, teatro, artes visuais, meta-cinema, filosofia, literatura, história-política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET, 56 na Claro TV, 76 na Oi TV e como opcional à la carte na Vivo e GVT nos canais 664 (fibra), 132 (DTH - antiga GVT) e 552 (DTH - Vivo). 

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo