quarta-feira, 12 de junho de 2019

Minissérie que revela o cotidiano da Alemanha de Hitler estreia no Curta!

Arquivos pessoais de alemães que viveram nos tempos de Hitler - Divulgação

Exibido durante a 42ª Mostra Internacional de Cinema, em São Paulo, o documentário inédito na TV brasileira “Minha vida na Alemanha de Hitler”, de Jérôme Prieur, estreia no canal Curta!. Adaptado ao formato de uma minissérie em dois episódios, cada um com 52 minutos, a obra da produtora francesa Arte aborda uma investigação das histórias de pessoas que viveram na Alemanha nazista no período de 1933 a 1938.  

O documentário teve como base cerca de 20 mil depoimentos encontrados nos arquivos da Universidade de Harvard, escritos por alemães exilados, incluindo judeus, protestantes, católicos e oponentes políticos. Além dos relatos dessas pessoas comuns sobre a vida cotidiana em um país que estava prestes a deflagrar (em 1939) a Segunda Guerra Mundial, a minissérie mostra e explica fatos relevantes na escalada de violência dos anos 1930 e na trajetória de Hitler até chegar ao poder. O primeiro episódio cita os acontecimentos cruciais que permitiram a ascensão do Führer, como o incêndio do Reichstag, a prisão de seus primeiros opositores, a progressiva perda de direitos civis e a construção dos primeiros campos de concentração. Estreia na Sexta da Sociedade, 21/06, às 23h
 
Dominguinhos viaja o Brasil em filme sobre a importância cultural da sanfona

Um dos maiores sanfoneiros da música brasileira, Dominguinhos é protagonista de um documentário que mostra a cultura dos interiores do Brasil através do som da sanfona. Ele percorre o país de norte a sul em uma caminhonete – pois se recusava a andar de avião –, ao lado do diretor Sérgio Roizenblit, para conduzir o longa “O Milagre de Santa Luzia”, exibido no Canal Curta!. O título se dá devido ao dia do nascimento de nosso sanfoneiro mais ilustre, Luiz Gonzaga: 13 de dezembro, quando também é comemorado o dia de Santa Luzia. Dominguinhos, então, presta uma homenagem ao amigo e mentor, enquanto conhece músicos que mantêm vivo o legado do “rei do baião”. “O Milagre de Santa Luzia” será exibido na Segunda da Música, 17/06, às 20h40.
 
Segunda da Música – 17/6
20h40 – "O Milagre de Santa Luzia” (Série) – Episódio “Luiz Gonzaga”
Luiz Gonzaga revelou ao Brasil e ao mundo a música nordestina. E com ela as alegrias e as angústias de sua gente. Extremamente criativo e poético, o Rei do Baião, como viria a ser conhecido, aprendeu a tocar sanfona com seu pai, o mestre Januário, que, nas horas vagas do trabalho na roça, tocava muito bem o instrumento de oito baixos. No começo da juventude, ingressou no Exército e, em 1939, deu baixa da instituição no Rio de Janeiro para dedicar-se exclusivamente à música. Aos poucos ganhou notoriedade, até que, em 1945, gravou sua primeira música como cantor, e, em 1947, compôs Asa Branca. A partir daí sua carreira deslanchou.  Diretor: Sergio Roizenblit. Duração: 35min.Classificação: Livre. Horários alternativos: 18 de junho, terça-feira, às 00h40 e às 14h40; 19 de junho, quarta-feira, às 08h40; 22 de junho, sábado, às 10h50; 23 de junho, domingo, às 15h10.
 
     
Terça das Artes – 18/6
23h – "Ensaios Contemporâneos” (Série) – Episódio “Demolition Incorporada”.
O episódio apresenta o trabalho da Demolition Incorporada, uma plataforma de criação em dança fora dos moldes de companhias tradicionais, liderada pelo performer Marcelo Evelin, com sede em Teresina, Piauí. Diretor: Eduardo Hunter Moura. Duração: 60min. Classificação: 16 anos. Horários alternativos: 19 de junho, quarta-feira, às 03h e às 17h; 20 de junho, quinta-feira, às 11h; 22 de junho, sábado, às 20h45; 23 de junho, domingo, às 11h35.
 
 
Quarta de Cinema – 19/6
20h - A faixa “A Vida é Curta!” traz os curtas-metragens “Saliva” e “Corpo Manifesto”.
Saliva (Drama)
Uma viagem na mente de uma menina de 12 anos prestes a dar seu primeiro beijo. Dúvidas e medos mergulhados em saliva. Diretor: Esmir Filho. Duração: 15min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de junho, quinta-feira, às 00h e às 14h; 21 de junho, sexta-feira, às 08h; 22 de junho, sábado, às 14h35; 23 de junho, domingo, às 01h10.
 
 
Corpo Manifesto (Documentário)
"Corpo Manifesto" apresenta um panorama sobre o feminismo, sua história e tradição, buscando identificá-lo no cenário da luta das mulheres brasileiras hoje. O documentário fala sobre mulheres, seus corpos e suas batalhas, e explora de maneira poética as dimensões simbólicas do corpo e sua representação. Vemos imagens de uma performance da artista Nina Giovelli e entrevistas de pensadoras e militantes feministas como Djamila Ribeiro, Margareth Rago, Marcia Tiburi, Laerte, Luiza Coppietters e Jéssica Ipólito. Diretoras: Julia Bahia Bock, Carolina de Araujo Martins. Duração: 35min.Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 20 de junho, quinta-feira, às 00h15 e às 14h15; 21 de junho, sexta-feira, às 08h15; 22 de junho, sábado, às 15h; 23 de junho, domingo, às 01h25.
 
 
21h25 – Elena (Documentário)
Duas décadas depois de deixar Nova York, ainda criança, a diretora Petra Costa volta à cidade em busca da memória de sua irmã Elena. Diretora: Petra Costa. Duração: 95min. Classificação: 14 anos.Horários alternativos: 20 de junho, quinta-feira, às 01h25 e às 15h25; 21 de junho, sexta-feira, às 09h25; 23 de junho, domingo, às 22h25.

 
Quinta do Pensamento – 20/6
23h25 – “Incertezas Críticas” (Série) – Episódio “Michel Maffesoli”.
Professor da Sorbonne, o sociólogo francês Michel Maffesoli fala sobre a relação entre crise e pós-modernidade e sobre a importância de se estudar o cotidiano. Diretor: Belisario Franca. Duração:35min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de junho, sexta-feira, às 03h25 e às 17h25; 22 de junho, sábado, às 18h35; 23 de junho, domingo, às 09h20; 24 de junho, segunda-feira, às 11h25.
 
 
Sexta da Sociedade – 21/6
23h – “Minha Vida na Alemanha de Hitler” (Série) – Episódio 1
Este episódio enfoca o incêndio do Reichstag (o prédio do Parlamento), as prisões de opositores políticos, a suspensão das liberdades civis fundamentais e a abertura dos primeiros campos de concentração. Diretor: Jérôme Frieur. Duração: 60min. Classificação: 16 anos. Horários alternativos:22 de junho, sábado, às 03h10; 23 de junho, domingo, às 21h25, 24 de junho, segunda-feira, às 17h; 25 de junho, terça-feira, às 11h; 9 de agosto, quinta-feira, às 21h.
 

Sobre o Curta!
Dedicado às artes, à cultura e às humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, o canal pauta a sua programação pelos seguintes temas: música, dança, teatro, artes visuais, arquitetura, metacinema, filosofia, literatura, história política e sociedade.
O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo