segunda-feira, 1 de julho de 2019

Roberto Cabrini retorna à realidade drástica do Viaduto do Chá nesta segunda

Divulgação/SBT

No Conexão Repórter desta segunda-feira (01), Roberto Cabrini retorna à realidade drástica do Viaduto do Chá, em São Paulo. 

Há quatro anos o programa mostrou a violência, o abandono e a morte de crianças e adolescentes que tentavam sobreviver no local. O jornalista vai em busca destes jovens para constatar quantos conseguiram contrariar as adversidades, vencer a brutalidade do relento na selva de pedra e registrar como está a situação deles na atualidade. O telespectador vai ver como está a menina de 16 anos, que foi uma espécie de fio condutor para contar os dramas humanos ali existentes, agora, aos 20 anos. Ketelyn conta a Cabrini como driblou um destino de drogas e violência e, hoje, se dá o direito de sonhar. O jornalístico também mostra como as vigas do viaduto acolhem fugitivos do preconceito, como no caso de Nataly e Manuela, ambas com 20 anos, e uma história de amor homossexual não aceita por suas famílias. Cabrini fala ainda com Ana Paula, que atuava como uma protetora desses jovens e conta como a reportagem feita pelo programa teve um papel importante nas mudanças que ocorreram depois em sua vida.

O documentário "Memórias de um Viaduto" vai ao ar no Conexão Repórter desta segunda, às 23h45, logo após o Programa do Ratinho.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo