quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Filme sobre a bailarina Marcia Haydée traz depoimentos de Deborah Colker e Ana Botafogo

A bailarina e coreógrafa Marcia Haydée é tema de documentário - Divulgação

“Eu digo que eu nasci para dançar”, afirma Marcia Haydée em documentário sobre a sua trajetória, dirigido por Daniela Kallmann, que chega à programação do canal Curta!. "Marcia Haydée" traz a história de vida da artista dentro e fora dos palcos. Ilustrada com muitas imagens raras, a narrativa é conduzida pela própria biografada, hoje com 82 anos, e por entrevistas com colegas e grandes nomes da dança. Nascida em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, Marcia dirige, desde 2004, o Ballet de Santiago, no Chile.


Deborah Colker a chama de "um vulcão" e "pura transgressão".  Ana Botafogo destaca que o encontro de Marcia com o coreógrafo sul-africano John Cranko "transformou a história da dança no mundo". Foi um namorado cubano quem a levou para o Ballet de Stuttgart, onde Cranko se deslumbrou com sua técnica e sua presença de palco e a convidou para ser primeira bailarina – posto que ocupou por 13 anos.

Marcia se tornou uma estrela instantaneamente, dançando em espetáculos como “Romeu e Julieta”, “Eugène Oneguin” e “A Megera Domada”, e compondo parcerias com grandes nomes do balé como Richard Cragun, Mikhail Baryshnikov, Jorge Donn e Rudolf Nureyev. Todas essas etapas são revividas pelo filme da Indiana Produções, viabilizado pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual. Assim, fotos e vídeos raros compõem uma trajetória de vida que acaba por se confundir com a história do balé no século XX. A exibição é na Terça das Artes, 29/10, às 22:30h.
João Ubaldo Ribeiro e ocupantes da cadeira 34 da ABL são tema de episódio inédito de Imortais da Academia
O pernambucano Evaldo Cabral de Mello, atual ocupante da cadeira 34 da Academia Brasileira de Letras, é um dos maiores historiadores brasileiros da contemporaneidade. Seus antecessores também se consagraram na arte de contar histórias: o ilustre baiano João Ubaldo Ribeiro foi um dos grandes romancistas do Brasil, vencedor do prêmio Camões, maior honraria concedida a autores de língua portuguesa; Raimundo Magalhães Júnior, por sua vez, escreveu tantas histórias para tantas plataformas diferentes que foi chamado pelo poeta Carlos Drummond de Andrade de “o homem que era 300”. Todos compõem o episódio inédito de Imortais da Academia, uma produção da Giros, dirigida por Belisario Franca, viabilizada pelo canal Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). A série vem sendo exibida pelo Curta! com intuito de mostrar o presente e relembrar do passado da ABL.   Episódio inédito na Quinta do Pensamento, 31/10, às 20h.

Segunda da Música – 28/10
22h30 – "Com a Palavra, Arnaldo Antunes” (Documentário)
Um documentário autobiográfico sobre o papel que a palavra, a música e a imagem ocupam na obra de Arnaldo Antunes. De sua origem como poeta ao sucesso como cantor e compositor, o artista revisita os momentos mais marcantes de sua carreira. Diretor: Marcelo Machado. Duração: 80 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 29 de outubro, terça-feira, às 02h30 e às 16h30; 30 de outubro, quarta-feira, às 10h30; 02 de novembro, sábado, às 22h20; 03 de novembro, domingo, às 12h40.

Terça das Artes – 29/10
22h30 – "Márcia Haydée” (Documentário)
Marcia Haydée é a bailarina brasileira de consagração mundial, conhecida como a ""Callas da dança"", por sua grande força interpretativa. Em sua carreira, atuou no Balé do Marquês de Cuevas (FRA), mas foi no Stuttgart Ballet, na Alemanha, sob a direção de John Cranko, que no início dos anos 1960, ela se tornou musa do coreógrafo e foi revelada como grande intérprete e bailarina. Na década de 1970, após a morte de Cranko, Márcia assume a direção da companhia e fica à frente durante 20 anos. Trabalhou ao lado de grandes nomes da dança como Richard Cragun, Rudolf Nureyev, Jorge Donn, Maurice Bejárt, John Neumeier. Diretora: Daniela Kallmann. Duração: 90min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 30 de outubro, quarta-feira, às 02h30 e às 16h30; 31 de outubro, quinta-feira, às 10h30; 03 de novembro, domingo, às 22h20.

Quarta de Cinema – 30/10

20h - A faixa “A Vida é Curta!” traz os curtas-metragens “Saliva” e “Quinze”
Saliva (Drama) - Uma viagem na mente de uma menina de 12 anos prestes a dar seu primeiro beijo. Dúvidas e medos mergulhados em saliva. Diretor: Esmir Filho. Duração: 15min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 31 de outubro, quinta-feira, às 00h e às 14h; 01 de novembro, sexta-feira, às 08h; 02 de novembro, sábado, às 15h; 03 de novembro, domingo, às 01h.

Quinze (Ficção) - Luiza fará 15 anos. Raquel tem alguns sonhos. Diretor: Maurílio Martins. Duração: 26min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 31 de outubro, quinta-feira, às 00h20 e às 14h20; 01 de novembro, sexta-feira, às 08h20; 02 de novembro, sábado, às 15h25; 03 de novembro, domingo, às 01h25.

Quinta do Pensamento – 31/10

20h – “Imortais da Academia” (Série) – Episódio “Cadeira 34: Contadores de histórias”
Ao longo de 42 episódios, a série Imortais da Academia faz um passeio pelo presente e pelo passado da Academia Brasileira de Letras. Essa caminhada por entre as eternizadas cadeiras de uma das mais respeitadas instituições culturais do país é conduzida pelos próprios acadêmicos e O episódio 34 da série Imortais da Academia reúne três diferentes “contadores de histórias”: Evaldo Cabral de Mello, João Ubaldo Ribeiro e Raimundo Magalhães Jr. O pernambucano Evaldo, atual ocupante da cadeira 34, é um dos maiores historiadores brasileiros da contemporaneidade. O baiano João Ubaldo, que se dizia apenas um contador de histórias, é um dos grandes romancistas brasileiros, vencedor do prêmio Camões, maior honraria concedida a autores de língua portuguesa. Raimundo Magalhães Júnior, por sua vez, escreveu tantas histórias para tantas plataformas diferentes que foi chamado pelo poeta Carlos Drummond de Andrade de “o homem que era 300”.  Diretor: Belisario Franca. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 01 de novembro, sexta-feira, às 00h e às 14h; 04 de novembro, segunda-feira, às 08h.

Sexta da Sociedade – 01/11
23h – O Movimento Negro nos EUA desde Martin Luther King (Série) – Episódio “Mantenha a Cabeça Erguida”

O segundo episódio dramatiza os caminhos divergentes para os afro-americanos e as explosões de reação branca que surgiram na década de 1970 e início dos anos 80. Gates explora como os afro-americanos encontraram novas fontes de esperança desde a criação do hip-hop.  Diretor: Leslie Asako Gladsjo, Talleah Bridges McMahon, Sabin Streeter, Leah Williams. Duração: 60 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 02 de novembro, sábado, às 3h e às 12h; 03 de novembro, domingo, às 23h; 04 de novembro, segunda-feira, às 17h; 05 de novembro, terça-feira, às 11h.

Sobre o Curta!
O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.  
O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo