sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Filmes na TV Brasil de 31/10 a 08/11/2020

O Vendedor de Linguiça
Sábado, 31 de outubro, às 18h

Na comédia musical “O Vendedor de Linguiça”, Mazzaropi é um vendedor que tem que se esforçar para conquistar a freguesia. Em meio a problemas com a família, vizinhos e cachorros (que adoram roubar suas linguiças), ele vive diversas situações inusitadas e cômicas.

Entre as canções do filme estão o “O Linguiceiro” e “Mocinho Lindo”, interpretadas por Mazzaropi; “Olhar de saudade”, interpretada por Pery Ribeiro; “Não ponha a mão”, por Elza Soares; e “Poema do adeus”, por Miltinho.

Ano: 1962. Gênero: comédia musical. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Argumento e produção: Amácio Mazzaropi. Classificação: 12 anos.

-----
Guiados pelo Coração
Domingo, 1o de novembro, às 14h
Marie (Alix Vaillot) é uma ótima aluna na escola e tem um talento singular como violoncelista. Victor (Jean-Stan Du Pac), apesar de amigável e enérgico, enfrenta algumas dificuldades acadêmicas.

Victor se apaixona por Marie, sem saber que ela está perdendo a visão devido a uma doença.

Quando Marie revela a Victor seu segredo, um pacto é selado entre os dois adolescentes: Victor a ajuda a esconder sua doença para que ela possa ingressar no conservatório de música.

85 min. 2016. País: França. Idioma: Francês. Gênero: drama. Título original: “Le coeur en braille”. Direção: Michel Boujenah.

-----
Menino Maluquinho
Domingo, 1o de novembro, às 16h

Maluquinho (Samuel Costa) é um garoto travesso de classe média. Apesar de sua energia e bom humor – adora brincar e pregar peças nos amigos –, ele sofre com a separação dos pais.

Vovô Passarinho (Luiz Carlos Arutin) decide o levar em férias para o interior de Minas Gerais. Lá o menino vive aventuras incríveis com seus amigos e seu primo da roça, Tonico.

83 min. Ano: 1995. País: Brasil. Gênero: comédia. Direção: Helvecio Ratton. Classificação: livre.

-----
Jeca Tatu
Segunda-feira, 4 de novembro, às 4h
(Madrugada de segunda para terça)

Jeca é um roceiro preguiçoso, mas sua preguiça está com os dias contados. Seu ranchinho está ameaçado pela ganância de latifundiários sem coração. Jeca vai precisar de todo o seu jeito matreiro a fim de preservar seu cantinho de terra.

Em “Jeca Tatu” – declarada homenagem ao conterrâneo Monteiro Lobato, criador do personagem homônimo na obra Urupês –, Mazzaropi trata com singeleza a figura do homem do campo e a questão da reforma agrária.

95 min. Ano: 1960. Gênero: Comédia. Direção: Milton Amaral. Roteiro: Milton Amaral, Amácio Mazzaropi. Classificação Indicativa: 12 anos.

-----
A Banda das Velhas Virgens
Quarta, 4 de novembro, às 4h
(Madrugada de quarta para quinta)

Em “A Banda das Velhas Virgens”, o humorista Amácio Mazzaropi vive o caipira “Gostoso”, maestro de uma banda formada por senhoras idosas e beatas.

Expulso de suas terras, Gostoso vai morar em um ferro-velho nos arredores da cidade, onde encontra um saco de joias e acaba acusado de roubo. Agora, tem que fazer de tudo para provar sua inocência.

100 min. Ano: 1979. Gênero: Comédia. Direção: Pio Zamuner (codiretor: Berilo Faccio) Produção: Amácio Mazzaropi. Roteiro: Rajá de Aragão e Amácio Mazzaropi. Elenco: Mazzaropi, Geny Prado, André Luiz Toledo, Gilda Valença, José Velloni. Gênero: Comédia. Classificação Indicativa: livre.

-----
No Paraíso das Solteironas
Quinta-feira, 5 de novembro, às 22h30 / 2h30

Um homem acostumado à vida do interior não poderia imaginar que, ao tentar a sorte na cidade grande, seria objeto do desejo de uma turma de solteironas. O personagem de Mazzaropi ainda se envolve em confusões com a dona do hotel e é colocado às voltas com uma quadrilha e um grupo de ciganos.

 95 min. Ano: 1969. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Átila Iório, Carlos Garcia, Elizabeth Hartman. Classificação Indicativa: livre.

-----
Chofer de Praça
Sexta-feira, 6 de novembro, às 4h
(Madrugada de sexta para sábado)

Em “Chofer de Praça”, o ator e humorista Amácio Mazzaropi interpreta o humilde Zacarias, que se muda com a mulher para São Paulo a fim de arrumar emprego e ajudar o filho Raul a pagar a faculdade de Medicina.

Na comédia, o personagem começa a dirigir um modelo de carro antigo, muito barulhento e fumacento, que rapidamente vira motivo de piadas.

Primeira produção de Amácio Mazzaropi para o cinema, “Chofer de Praça” foi o primeiro filme do comediante ao lado da atriz Geny Prado, que viria a ser seu par constante. Os números musicais são com Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol.

97 min. Ano: 1958. Direção: Milton Amaral, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Ana Maria Nabuco, Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol. Classificação: 10 anos.

-----
O Grande Xerife
Sábado, 7 de novembro, às 18h

Amácio Mazzaropi interpreta um viúvo, pai de Mariazinha. Ele é o morador mais antigo de Vila do Céu, onde vive cuidando da vida dos outros. Um dia, chega à cidade o bandido João Bigode, disfarçado de padre.

O bandido mata o xerife da Vila e põe um comparsa no lugar. A confusão está armada e só Mazzaropi pode fazer algo a respeito.

95 min. Ano : 1972. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Elenco: Mazzaropi, Patricia Mayo, Paulo Bonelli, Tony Cardi, Augusto César Ribeiro. Classificação: 12 anos.

-----
Becassine, a Babá dos Sonhos
Domingo, 8 de novembro, às 15h

A babá Bécassine chega a Paris para cuidar de Charlotte, filha de uma de suas tutoradas anteriores. Porém, ela e a menina acabam por se envolver em uma aventura repleta de humor, música e dança. Precisam ir de Paris à Marselha, de Ibiza à Lapônia, tentando desvendar o que teria acontecido com o pai de Charlotte, Edmond. Do que ele está fugindo? Que segredo ele está tentando proteger? A família de Charlotte escapará das garras do perverso Gaspard, um suposto amigo da família?

Adaptação para cinema da popular personagem dos quadrinhos franceses, “Becassine, a Babá dos Sonhos” tem como protagonista Bécassine de Pinchon (na voz da atriz Muriel Robin), a babá que toda criança sonha em ter.

A princípio, seu vestido verde, avental branco e meias listradas podem parecer um pouco estranhos, mas a desajeitada Bécassine ganha o coração dos que a conhecem, tanto por sua doçura quanto pelas confusões em que se mete.

85 min. Ano: 2001. País: França. Gênero: aventura, animação. Título original “Bécassine - Le Trésor Viking”. Direção: Philippe Vidal. Roteiro: Yves Coulon, Béatrice Marthouret, J.P. Pinchon. Classificação: Livre.

-----
Amor & Cia
Domingo, 8 de novembro, às 17h

Empreendedor bem-sucedido, Alves (Marco Nanini) vive um casamento feliz com a bela Ludovina (Patricia Pillar) na São João Del Rey do séc. XIX.

Para comemorar o quarto aniversário de casamento, Alves resolve surpreender Ludovina e ir para casa mais cedo. Ao chegar, flagra a esposa a sós com seu sócio e melhor amigo, Machado (Alexandre Borges), ambos em atitude suspeita.  

Mesmo sem qualquer evidência de traição, Alves expulsa a mulher de casa e cogita desafiar Machado para um duelo, no qual apenas uma arma estaria carregada e a distância seria de dois passos. Entretanto, os acontecimentos tomam um rumo inesperado.

Inédito. 99 min. Ano:1999 País: Brasil. Gênero: Drama, comédia. Direção: Helvécio Ratton.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo