quinta-feira, 8 de abril de 2021

Adryana Ribeiro diz que não notava as investidas no auge da carreira: "Se tivesse me ligado teria passado o rodo, ‘Adrianitta’”

Foto: Divulgação/RedeTV!

Durante entrevista à Daniela Albuquerque, que vai ao ar no programa Sensacional desta quinta-feira (8), a cantora Adryana Ribeiro revelou sua gratidão a Clodovil Hernandes, responsável por lhe abrir espaço na televisão nos anos 1990, logo no início de sua carreira, . “Ele me viu cantando e me convidou para ir ao programa dele. Foi meu primeiro grande padrinho. Depois ele ficou chateado quando gravei pagode, porque achava que eu deveria cantar jazz”, relembrou.

No final da década de 1990 e início dos anos 2000, a artista fez um estrondoso sucesso com o grupo 'Adryana e a Rapaziada'. Como vocalista, interpretou hits que marcaram época como ‘Só Faltava Você’ e ‘Fim de Noite’. No auge da carreira, pretendentes e propostas indecentes começaram a surgir. “Uma vez um apresentador de TV muito famoso me cantou no ar, mas não percebi. Hoje sei que ele me cantou, mas eu namorava. Ficava tão preocupada em cantar direito, que não me ligava nisso”, relembra.

Hoje, ao olhar para trás, o sentimento é outro. “Se eu tivesse me ligado na época, teria passado o rodo (risos), ‘Adrianitta’”, brincou, em menção à cantora de funk carioca.

Celebrando mais de 30 anos de carreira, ela não pretende cantar sertanejo, discordando de quem afirma ser o ritmo que ocupou o lugar do pagode. “O sertanejo se reinventou, abriu o seu próprio mercado. Agora é um mercado de show a nível internacional. A questão não é um ritmo abolir o outro, mas quem tem condição de colocar seu produto ali na prateleira”, pontua.

A entrevista completa será exibida no Sensacional desta quinta-feira (8), às 22h45, na RedeTV!

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo