sexta-feira, 23 de abril de 2021

Filmes na TV Brasil de 24/04 a 02/05/2021

Uma Pistola para Djeca
Sábado, 24 de abril, às 16h
Amácio Mazzaropi interpreta Gumercindo, homem pobre e honesto que tem sua filha seduzida pelo filho do fazendeiro. A garota fica grávida e o bebê vira motivo de chacotas por não ter pai.
O patrão acaba expulsando o trabalhador de suas terras e Gumercindo se une a fazendeiros vizinhos para o ajuste de contas. Agora, a justiça deve ser feita. Só será preciso que algum louco dê “Uma Pistola para Djeca.”
52 min. Ano: 1969. Gênero: comédia. Direção: Ary Fernandes, com Amácio Mazzaropi, Nello Pinheiro, Elizabeth Hartman, Patricia Mayo, Rogério Camara. Classificação Indicativa: 14 anos.

-----
O Fantástico Patinho Feio
Domingo, 25 de abril, às 11h
Nos anos 1960, quatro jovens de Brasília decidiram construir um carro para competir na segunda maior corrida do país, os 500 km de Brasília. Pilotando contra outros 33 veículos, a maioria de grandes marcas internacionais, eles largaram em último lugar mas conseguiram terminar a corrida na segunda posição.
Os quatro amigos da equipe Camber se revezaram no volante durante seis horas e celebraram a segunda posição como se fosse a primeira. Hoje, relembram os detalhes da história e contam como o Patinho Feio se tornou o grande símbolo do automobilismo em Brasília. E o  documentário reconstrói os melhores momentos da história do Patinho Feio, ao mesmo tempo em que mostra como a cultura e a formação de Brasília incentivaram o automobilismo.
O filme reúne depoimentos dos pilotos Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Roberto Pupo Moreno, dos jornalistas Roberto Nasser, Reginaldo Leme, Galvão Bueno, entre  muitos outros especialistas e entusiastas. 
Com direção de Denilson Félix, "O Fantástico Patinho Feio" foi eleito o melhor filme na Mostra Brasília, do 50o Festival de Brasília.
Inédito. 74 min. País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: documentário. Direção: Denilson Félix. 

-----
Big Pai, Big Filho
Domingo, 25 de abril, às 14h30
(Reprise na quarta, 28, às 13h)
Adam, um garoto de treze anos que não tem muitos amigos, parte em uma jornada ousada para desvendar o mistério por trás de seu pai, há muito desaparecido. Ele rapidamente descobre que seu pai não é outro senão o lendário Pé Grande, que se escondeu na floresta por anos para proteger a si mesmo e sua família da HairCo., uma empresa de grande porte ansiosa para realizar experimentos científicos com seu DNA especial.
Enquanto pai e filho começam a recuperar o tempo perdido, Adam logo descobre que ele também é dotado de super poderes inimagináveis. Porém, mal sabem eles que a HairCo. está prestes a encontrá-los, pois encontrou os rastros deixados por Adam ao longo do caminho.
Inédito. 92 min. Ano: 2017. País: Bélgica, França. Título Original: "The Son of Bigfoot." Gênero: animação. Direção: Jeremy Degruson, Ben Stassen. Classificação: Livre.

-----
Uma Loucura de Mulher
Domingo, 25 de abril, às 16h30
Lúcia (Mariana Ximenes) é uma ex-bailarina que abandonou os palcos, sua grande paixão, para ficar com o político Gero (Bruno Garcia), com quem está casada há 15 anos.
O casal tem uma briga séria na festa de lançamento da candidatura de Gero ao governo de Brasília.
Confusa, Lúcia viaja ao Rio de Janeiro e se esconde em um apartamento onde passou parte da infância. Ali, ela reencontra uma antiga vizinha e seu primeiro namorado, pessoas que podem mudar o rumo da sua vida.
100 min. Ano: 2016. Gênero: comédia romântica. Direção: Marcus Ligocki Júnior. Classificação Indicativa: 12 anos.

-----
O Jeca e a Freira
Domingo, 25 de abril, às 3h30
(Madrugada de domingo para segunda)
Neste longa dirigido e protagonizado pelo humorista Mazzaropi, um senhor de terras responsabiliza-se pela educação da filha de um de seus colonos, em uma fazenda no Brasil do séc. XIX. Ele se afeiçoa à menina como se fosse sua própria filha.
Anos mais tarde, quando a jovem regressa do colégio em companhia de uma freira, o fazendeiro faz de tudo para que ela não reconheça seus verdadeiros pais.
102 min. Ano: 1968. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Mauricio do Valle, Elizabeth Hartman, Carlos Garcia, Ewerton de Castro. Classificação indicativa: 12 anos.

-----
Michel Strogoff
Segunda-feira, 26 de abril, às 13h
Na Rússia do séc. XIX, uma rebelião tártara liderada por Feofar Khan separa a Rússia continental de seu território no extremo oriente. Isolado e cercado na Sibéria, o irmão do Czar lidera a última resistência com suas tropas.
O Czar confia ao capitão Michel Strogoff a missão de entregar uma mensagem vital a seu irmão, na Sibéria.
O corajoso oficial, disfarçado de comerciante, faz uma longa e perigosa jornada por toda a Rússia. Porém, ao longo da aventura, o mensageiro conhece uma mulher obstinada que pode mudar suas prioridades.
Baseado no romance homônimo de Júlio Verne, escrito em 1876, a animação retrata os bailes imperiais, as melodias populares cantadas pelos barqueiros do Volga, as canções lamentosas dos cocheiros que cruzavam as estéreis estepes da Ásia Central, as danças folclóricas e as melodias românticas da Balalaika.
83 min. Ano:1998. País: França. Gênero: aventura, animação. Direção: Hubert Chonzu e Alexandre Huchez. História original : Júlio Verne. Classificação : livre.

-----
Eu e minha Irmã – A Trajetória das Irmãs Galvão
Segunda-feira, 26 de abril, às 22h30 / 3h45
O documentário retrata os mais marcantes momentos de Mary e Marilene, as Irmãs Galvão, em seus 70 anos de carreira e passeia pelo Brasil das rádios, do circo-teatro e do avanço da televisão, seguindo até os dias de hoje, com o reconhecimento da dupla como parte do patrimônio cultural brasileiro.
A trajetória de Mary e Marilene, as Irmãs Galvão, tem início nas rádios do interior de São Paulo na década de 1940 e avança até a consagração como a mais longeva dupla da música brasileira. Talento, dedicação e força de vontade são as marcas das duas irmãs que espalham alegria e bom humor para os diversos públicos por onde quer que passem. Este documentário retrata os mais marcantes momentos de seus 70 anos de carreira e passeia pelo Brasil das rádios, do circo-teatro e do avanço da televisão, seguindo até os dias de hoje, com o reconhecimento da dupla como parte do patrimônio cultural brasileiro.
Inédito. 80 min. País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: documentário. Produção: Dream Box Filmes. Direção: Thiago Rosente

-----
Insônia
Terça-feira, 27 de abril, às 13h
Baseado no romance homônimo de Marcelo Carneiro da Cunha, “Insônia” narra os conflitos de Cláudia (Lara Rodrigues), uma adolescente de 15 anos, órfã de mãe e que mora com o pai, Rafael (Daniel Kuzniecka).
Cláudia tenta viver uma vida normal enquanto aprende a cuidar de uma casa e de seu pai, além de precisar lidar com o mundo.
Ela não namora ninguém e o pai não se casa de novo. Foi desta forma que os dois se organizaram tacitamente para lidar com as perdas do passado. Mas tudo pode mudar, agora que sua amiga Andreia (Luana Piovani), de 28 anos, conhece Rafael e os dois começam a namorar, apesar da diferença de 20 anos entre os dois. A relação deixa Cláudia ainda mais desconfortável e confusa.
Uma realização da Panda Filmes, “Insônia” acompanha o olhar da adolescente Cláudia, que fica perplexa com tantas novidades na vida: uma nova amiga, uma mulher para o pai viúvo e um menino para, finalmente, namorar.
Inédito. 91 min. Ano: 2013. País: Brasil. Gênero: comédia romântica. Direção: Beto Souza. Classificação: 12 anos.

-----
É de Chuá
Terça-feira, 27 de abril, às 22h30 / 3h45
Maria Xangai (Renata Fronzi) e seu namorado, Juca Moleza (Renato Restier), costumam se encontrar em uma popular casa de dança próxima à favela. Um dia, Juca propõe a Maria um plano para roubarem joias de gente rica, passando-se por Sr. e Sra. Caxangai, os novos milionários da cidade. Alugam uma mansão e preparam uma grande festa na qual as joias serão exibidas como em uma passarela. 
Tudo corre conforme o planejado até que Peteleco (Ankito) e Laurindo (Grande Otelo) aparecem na festa pedindo dinheiro para sua Escola de Samba. Peteleco acaba engolindo um grande diamante – que pensava ser um doce – levado pelo joalheiro Fininho.
Peteleco é aprisionado até conseguir expelir o diamante por suas entranhas, o que demora algum tempo. 
Desconfiados de que há algo errado com a festa, dois policiais disfarçados (Bill Farr e Costinha) resolvem aparecer na casa.
Com direção de Victor Lima, “É de Chuá” conta 16 números musicais, com participação de Nelson Gonçalves, Jamelão e Agostinho dos Santos (acompanhados do Conjuto Marabá), Emilinha Borba, a dupla de palhaços Carequinha e Fred (com Altamiro Carrilho), Linda Batista, Dircinha Batista, Ruy Rey e Orquestra, Jorge Goulart, Joel de Almeida (acompanhado de Jupira e suas cabrochas), Trio de Ouro, Carlos Augusto e Gilberto Alves.
Inédito. 100 min. Ano: 1958. País: Brasil. Gênero: comédia musical. Direção: Victor Lima. Roteiro: Haroldo Barbosa, Victor Lima. Estrelando: Grande Otelo, Ankito, Renata Fronzi e grande elenco.
-----
Uma Pistola para Djeca
Quinta-feira, 29 de abril, às 13h
Amácio Mazzaropi interpreta Gumercindo, homem pobre e honesto que tem sua filha seduzida pelo filho do fazendeiro. A garota fica grávida e o bebê vira motivo de chacotas por não ter pai.
O patrão acaba expulsando o trabalhador de suas terras e Gumercindo se une a fazendeiros vizinhos para o ajuste de contas. Agora, a justiça deve ser feita. Só será preciso que algum louco dê “Uma Pistola para Djeca.”
52 min. Ano: 1969. Gênero: comédia. Direção: Ary Fernandes, com Amácio Mazzaropi, Nello Pinheiro, Elizabeth Hartman, Patricia Mayo, Rogério Camara. Classificação Indicativa: 14 anos.

-----
Eu Sou o Tal
Quinta-feira, 29 de abril, às 22h30 / 3h45
Vencedor de um c rso de talentos para o Teatro, no qual foi o único a se inscrever, Belizário da Silva (Vagareza) sai de sua cidade natal e parte rumo ao Rio de Janeiro.
O jovem é dono de uma memória privilegiada e chega a conseguir algumas boas oportunidades, mas descobre sofrer de um sério problema: sempre que está de frente para uma plateia, perde a memória completamente e fica desequilibrado, o que causa todo tipo de confusão.
Nome artístico do humorista carioca Hamílton Augusto (1928 - 1997), Vagareza fez carreira no teatro, cinema e TV, com enorme sucesso nos anos 50 e 60.
84 min. País: Brasil. Ano: 1960. Gênero: comédia. Direção: Euripides Ramos, Hélio Barroso. Roteiro: Victor Lima, Euripides Ramos. Classificação Indicativa: 10 anos.
-----
Entre Idas e Vindas
Sexta-feira, 30 de abril, às 22h30 / 3h45
Quatro operadoras de telemarketing – Amanda (Ingrid Guimarães), Sandra (Alice Braga), Krisse (Rosanne Mulholland) e Cillie (Caroline Abras) – decidem viajar de carro e encontram Afonso (Fábio Assunção) e Benedito (João Assunção), pai e filho, pedindo carona à beira da estrada.
O que seria uma simples carona acaba se transformando em uma “road trip” repleta de acontecimentos inusitados e revelações pessoais.
Com direção de José Eduardo Belmonte, “Entre Idas e Vindas” foi gravado na região do Vale do Ribeira (SP), nas cidades de Iguape, Ilha Comprida e Cananéia.
Inédito. 100 min. Ano: 2016. Gênero: comédia dramática. País: Brasil. Gênero: José Eduardo Belmonte. Estrelando: Ingrid Guimarães, Alice Braga, Fábio Assunção. Classificação Indicativa: 12 anos.

-----
O Vendedor de Linguiça
Sábado, 1o de maio, às 18h30
Na comédia musical “O Vendedor de Linguiça”, Mazzaropi é um vendedor que tem que se esforçar para conquistar a freguesia. Em meio a problemas com a família, vizinhos e cachorros (que adoram roubar suas linguiças), ele vive diversas situações inusitadas e cômicas.
Entre as canções do filme estão o “O Linguiceiro” e “Mocinho Lindo”, interpretadas por Mazzaropi; “Olhar de saudade”, interpretada por Pery Ribeiro; “Não ponha a mão”, por Elza Soares; e “Poema do adeus”, por Miltinho.
95 min. Ano: 1962. Gênero: comédia musical. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Argumento e produção: Amácio Mazzaropi. Classificação: 12 anos.
-----
Pelé: a Origem
Domingo, 2 de maio, às 12h
O documentário conta a história do pequeno Edson, de uma cidade no interior do Brasil. O menino decide superar todos os limites impostos pelo racismo e se torna o primeiro ícone global de pele negra, reconhecido e amado por toda a humanidade.
Inédito. 43 min. Ano: 2017. País: Brasil. Gênero: drama, biografia. Direção: Luiz Felipe Moura.

-----
Meu Querido Elfo
Domingo, 2 de maio, às 14h30
Em "Meu Querido Elfo", uma mãe solteira compra um flat no arranha-céu soviético em Moscou, sem saber que uma criatura mítica - um elfo doméstico - vive no apartamento há mais de um século. 
Devido à uma maldição de uma bruxa que foi paga para tirá-lo da casa, o elfo é contra qualquer inquilino. 
Agora, os novos donos da casa precisarão fazer amizade com o elfo, que mantém a propriedade e seu tesouro protegidos da perigosa bruxa.
Com direção de Evgeniy Bedarev, o filme russo leva às telas a figura do "Damovoy", criatura típica do folclore eslavo, semelhante a um elfo, porém mais travesso.
Inédito. 90 min. Ano: 2019. País: Rússia. Gênero: aventura. Realização: Cinestron. Direção: Evgeniy Bedarev. Classificação: 12 anos.

-----
Gosto se Discute
Domingo, 2 de maio, às 16h30
Chef de um restaurante requintado e tradicional, Augusto (Cássio Gabus Mendes) vê seu negócio decair por causa do sucesso de um ex-discípulo, Patrick (Gabriel Godoy), que opera um ‘food truck’ na praça onde fica o restaurante.
O banco, que também é sócio no restaurante, envia a meticulosa Cristina (Kéfera Buchmann) para atuar como nova gerente de Augusto e inspecionar sua administração.
De imediato, Cristina e Augusto batem de frente, pois ela deseja implementar ideias inovadoras, a fim de mudar a rotina do local e torná-lo rentável. Porém, sob pressão para criar um cardápio de sucesso, Augusto desenvolve uma síndrome rara que faz com que ele perca o paladar.
80 min. Ano: 2017. Gênero: comédia. Direção: André Pellenz. Classificação: 12 anos.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Noticias da tv brasileira - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo